20 de julho de 2011

Elisa em rede

     


         De verdade, comecei o Ufa! para aprender o funcionamento dos blogs. Quando falo em funcionamento, quero dizer a parte "mecânica" mesmo: inserir uma coisa e outra.

          Pensava que  isso bastava para ser uma professora inovadora e já poderia propor a novidade para os alunos.

       Só não previa  mais descobertas: me vi autora, (antes, escrevia muito pouco, algum trabalho para um curso aqui, um plano de aula ali, algum comentário em textos de alunos...); me vi acolhida por um grupo de colegas blogueiros e percebi o blog como espaço de diálogo!

       No ano passado, ao ler o texto Redes sociais, apropriação (internalização!) tecnológica, da Suzana Gutierrez me enxerguei (e a meus colegas). Bingo! Era isso que acontecera comigo: sem querer, melhor, sem planejar muito, fui construindo minha presença online - nos blogs, nas listas, em fóruns, em chats.

      Esse texto (e outros da Suzana), me ajudaram a entender por que, de um grupo de 100 matrículas num curso do ProInfo, apenas, trinta terminaram e poucos continuaram a usar as TIC nas práticas pedagógicas.

     A  partir da ideia de construir a presença online, elaborei meu TCC do curso de Especialização Tecnologias em Educação. A pergunta de partida:
Como ampliar a presença online de futuros professores (alunos do Curso Normal em nível médio), usando interfaces que fomentem a construção do conhecimento de forma colaborativa, a reflexão sobre a prática, a qualificação da pesquisa, a busca pela autoria, com autonomia, criatividade e criticidade?
        A resposta veio num Projeto de Ação pedagógica para possibilitar
a construção de comunidades virtuais de professores em formação inicial, a fim de qualificar a fluência tecnológica (Pedro Demo), desencadeando um processo de apropriação das Tecnologias da Informação e da Comunicação, a partir do engajamento e da participação nessas redes (Suzana Gutierrez), diminuindo, assim, o risco do abandono das mesmas (Suzana Gutierrez), depois de concluído o curso.

     Na apresentação, em dezembro do ano passado, o professor Ricardo Basílio me indagou:

     - Já pensaste em fazer esse projeto com teus colegas?

     - Não me atrevo, disse na época.

      Só que a gente se movimenta...

     E ontem (19/07) começou a nascer o Elisa em rede! Um espaço da escola com a pretensão de ser  ponto de chegada e de partida para  conversas. Um passo para a construção da presença online da escola: alunos, professores, funcionários, famílias.

     Como vamos concretizar nossa rede na web? Não temos muitas certezas...
   
     Tens sugestões?


4 comentários:

Eziqueil Menta disse...

Vou esperar pelas novidades.

Suely Aymone disse...

Vou precisar da ajuda de vocês...
A gente vai trabalhar num grupo de estudos sobre o uso das TIC na educação...
Conto contigo!
Abraços!

Anônimo disse...

Su, é importante trabalhar esse solo magnifico do cerebro eescolar, embora essa tarefa não se compare ao ato de planejar para NOSSOS EDUCANDOS E EDUCANDAS.
Um abraço carinhoso da colega Andrea.

Suely Aymone disse...

Oi, Dea!

Eu sei, mas topei o desafio...

Estou com muita disposição, a equipe diretiva fomenta essas ideias entre os professores... está dado o primeiro passo...

Conto contigo!
Beijos!