30 de abril de 2009

O primeiro sarau a gente nunca esquece…




Sim, nós fizemos um sarau! e falamos sobre amor…

Uma experiência e tanto…

Fazia um tempão que planejava uma aula de literatura em forma de sarau… Encontrei na turma 31 A, do curso normal em nível médio, a parceria ideal!!!

A sexta-feira começou bem movimentada… Parafraseando Drummond:
 Tinha uma chave no meio do caminho
ou melhor:
No meio do caminho NÃO tinha uma chave (a do salão!)…
Depois dos problemas técnicos resolvidos… veio a beleza da poesia!!!

Acolhemos entre nós uma poeta, a Coralina, que nos encantou com sua história de vida e com seus poemas!!!

Passaram também Luis Fernando Verissimo, Bocage, Gonçalves Dias, Carlos Drummond, Bilac, Marina Colasanti…

Houve a música e a voz mágica da Valquíria, aluna da 31 A e o violão do professor Luis Paulo… Houve teatro… houve leituras…

Se entendemos que estudar literatura é ler literatura: tivemos uma aula e tanto!!!

É claro que vamos repetir…

11 comentários:

james p. disse...

Olá,Suely,parabéns pelo sarau.Você esteve sumida.Abraço.

Marli disse...

Suely!

Eu járealizei vários saraus com turmas do ensino fundamental e médio. É tudo de bom. Quero repetir a dose. Parabéns pelo teu sarau. Abraço!

Elaine dos Santos disse...

Oi, Suely! Parabéns pela atividade, para quem estava com receio de "enfrentar" o novo desafio, as novas alunas, vc merece 10. Parabéns e sucesso :)

Marise von Frühauf Hublard disse...

Há um selo para você no meu blog.
Parabéns pelo seu blog.
Abraços,
Marise.

Alcir Martins disse...

oi SU!

estive fora um tempo... mas estou aproveitando o feriado para ler e uma passagem obrigatória ,s em dúvidas, é o UFA !

Sempre com muita coisa boa!!!

P.S.: não qero ser "caçador de erros", sou leitor e seguidor do UFA!....mas algo mudou na tua data..o post tá 30 de maio!!!

Alcir Martins disse...

E o pior (ou, infelizmente, o mais natural) é que o próprio governo desemrece a proposta do GEEMPA. A CRE, através das pessoas que coordenam essas "escolhas" quando s emanifestam falam das dificuldades de aceitar um método que não cobra diretamente que as crianças tenham uma postura e um jeito específico de pegar o lápis... só falata qererem voltar a amarrar as mãos dos canhotos para qe escrevam com a direita e se livrem da "sinistra"... hehehe

abração!

Anônimo disse...

SU!
eu de novo....

preciso de material do teu curso sobre cultura africana e afrobrasileira...(Alcir)

pedagogica mente blogando disse...

que legalllllllllllll!adorei mesmo! fico super feliz ao ver que nossos projetos estão saindo do papel e ganahndo o mundo através dos blogs....vou fazer um post sobre a minha apresentação também!super beijo vera

Anônimo disse...

Olá Su, esta experiência foi muito interessante, lá na escola HB observei o relato da Cora, e me encantei com o depoimento dela, o significado de ver seus poemas sendo recitados pelas meninas, no clima do sarau, tornou-os muito mais encantadores, isso é cultura.
Já se planeja um momento semelhante para nossa Jornadinha Artístico Literária em novembro.
Andrea.

james p. disse...

Suely,tem um selo para você lá no meu blog.Um abraço.

EVELIZE SALGADO disse...

Deixei um selinho especial pra ti no meu blog. Quando der, passa pra pegá-lo.